Historico

História da Cermissões


A história registra que a Cooperativa de Distribuição e Geração de Energia das Missões, - CERMISSÕES, foi fundada há 58 anos, por 51 pessoas, que se uniram com o propósito de simplesmente deixar de lado o lampião a querosene, a luz do “candeeiro”, e ter, mesmo que por poucas horas noturnas, ” Luz e Água Encanada em Seus Lares”.

         A realização deste sonho, de forma individual, certamente traria obstáculos e custos intransponíveis, motivo pelo qual, decidiram fundar uma Cooperativa, que já nos idos dos anos 60, eram propulsoras de desenvolvimento em muitas áreas. A “Cooperativa de Luz”, no entanto, era uma novidade, não só no povoado Santa Lúcia, então distrito de São Luiz Gonzaga, hoje, município de Caibaté, mas como na região e Estado.




 

Nos primeiros anos, a energia era gerada por um simplório motor a diesel acoplado a um gerador, suficiente para gerar energia aos associados por 3 horas diárias e eles achavam que já “ERA BOM”. Com o passar dos anos, a CERMISSÕES foi agregando desenvolvimento, adquirindo a energia elétrica da CEEE e distribuindo-a a seus associados em sistema de rede própria.

Ao final da década de 60 inicio da década de 70, com a Ascenção do Estatuto da Terra o Governo Federal através do INCRA passou a incentivar a distribuição de Energia Elétrica em regiões onde a CEEE não tinha condições de atender, para que esse serviço fosse realizado por Cooperativas de Eletrificação Rural.

Foi em 1969 que a pequena Cooperativa de Eletrificação Rural Caibaté Ltda. interligou suas poucas redes com as da Companhia Estadual de Energia Elétrica – CEEE via Cerro Largo e passou a receber energia da Usina do Salto Pirapó, onde hoje está construída a Usina Passo São João no município de Roque Gonzáles. A partir de então começa o processo de Regionalização da CERMISSÕES, uma das primeiras coisas foi a convocação de uma Assembleia Geral Extraordinária com o objetivo de alterar o nome, passando a denominar-se: Cooperativa Regional de Eletrificação Rural das Missões Ltda.

A administração da época iniciou então o trabalho de convencimento dos municípios vizinhos para que se integrassem a Pequena Cooperativa de Luz com sede em Caibaté e que tinha interesse em levar energia para municípios com suas sedes municipais bem maiores.

Na época existia várias pequenas Associações que com auxílio de geradores a diesel abasteciam com energia os seus filiados, como exemplo: Bossoroca, Santo Antônio das Missões também a localidade do Rincão Vermelho no município de Roque Gonzáles possuía a sua organização com o objetivo de ter luz nos lares. Embora com uma certa resistência todos esses pequenos grupos organizados vieram a se filiar a CERMISSÕES de Caibaté que já possuía a sua Cooperativa Registrada.

Aos 58 anos de fundação, a CERMISSÕES comemora não só a filiação de mais de 30.479 FAMÍLIAS COOPERADAS, mas também a extensão em redes de distribuição de 6.236 quilômetros, com 6.643 transformadores instalados e 65.264 postes instalados em sua malha elétrica. A Cooperativa conta atualmente com 214 Colaboradores, entre eles possui 07 Portadores de necessidades especiais e 12 Jovens Aprendizes, beneficiando 152.395 pessoas com a sua energia e serviços.


Grandes realizações podem ser destacadas no decorrer destes 58 anos de existência da CERMISSÕES, até o ano de 1986 ela teve um crescimento normal, porém passou por uma crise administrativa, levando a Cooperativa a Intervenção Federal, que inclusive destituiu de seus cargos toda a administração da época. Em 30 de janeiro de 1987 o Interventor Federal convocou o Quadro Social para eleger a primeira administração pós intervenção, foi quando assumiu o atual presidente Diamantino Marques dos Santos, enfrentando muitas dificuldades nos primeiros anos devido ao estado falimentar em que se encontrava a CERMISSÕES. Muitas vezes foi necessário buscar o apoio das Administrações Municipais através da cedência de veículos para transportar material e funcionários para conseguir reconstruir as redes elétricas.

Nas últimas três décadas a administração realizou várias obras em benefício da Família Social: Em agosto de 1988 colocou em operação da Fábrica de Postes de Concreto, atualmente os alimentadores da Cooperativa possuem 65.918 postes de concreto implantados nas redes, 100% de concreto e fibra; em 19 de fevereiro de 2000 foi colocada em operação a primeira usina geradora de energia própria a PCH Rio Ijuizinho localizada no município de Entre Ijuis (Pequena Central Hidrelétrica); em 2007 entrou em operação a segunda usina geradora, MCH Claudino Fernando Piccoli no Rio Comandai, município de Santo Ângelo, (Micro Central Hidrelétrica) juntas as duas Usinas são responsáveis pela geração de 25% do total da energia distribuída; em 2013 foi iniciada a construção da primeira Subestação Rebaixadora de Energia própria da CERMISSÕES, com potência de 12,5 MW, garantindo energia com qualidade as Famílias Associadas, a Subestação São Miguel Arcanjo, localiza-se a margem da RS 536 no Rincão dos Castanhos, município de São Miguel das Missões, investimento total superior a R$ 9,4 milhões e foi construída com recursos próprios da Cooperativa, o Ato Inaugural aconteceu dia 08 de novembro de 2014, concretizando mais um grande sonho não só da Administração, mas principalmente da Família Social; em 2017 deu-se início a construção da segunda Subestação própria, a Subestação Santo Antônio, com potência de 25 MW garantindo energia para o fomento à produção aos Associados/Consumidores dos municípios de Santo Antônio das Missões, Bossoroca e São Luiz Gonzaga, Rolador, Caibaté, Mato Queimado e Vitória das Missões. A Subestação Santo Antônio entrou em operação no mês de agosto de 2018, sendo inaugurada no dia 15 de novembro de 2018. Construída com recursos próprios da Cooperativa no valor de R$ 15.635.575,98.

Visando o enquadramento como Permissionária, em março de 2008 foi realizado Assembleia Geral Extraordinária para reforma Estatutária, onde a nomenclatura da entidade passou a ser a seguinte: Cooperativa de Distribuição e Geração de Energia das MissõesCERMISSÕES. Já em 22 de março de 2010 a diretoria assinou o Contrato de Permissionária do Serviço Publico de Distribuição de Energia Elétrica, passando a ser regulada pela Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL. Desde então a Cooperativa é fiscalizada pela ANEEL, que passou a determinar inclusive as tarifas de energia a serem praticadas pela CERMISSÕES com seus Associados.

Em 2014 a CERMISSÕES sagrou-se vencedora do Prêmio IASC – Prêmio Índice ANEEL de Satisfação do Consumidor, a CERMISSÕES na pesquisa realizada pela ANEEL alcançou 91,27 Pontos, a maior nota da história do Prêmio criado pela Agência Nacional de Energia Elétrica no ano de 2000. Em 2015 a CERMISSÕES obteve novamente a maior nota na pesquisa 83,18 pontos conquistando o Prêmio IASC, sagrando-se BICAMPEÃ Nacional, em 2016 a Cooperativa obetve a nota 89,38 pontos tornando-se única Distribuidora do país a tornar-se TRICAMPEÃ vencendo o prêmio IASC pelo terceiro ano consecutivo, como: “MELHOR DISTRIBUIDORA DE ENERGIA DO BRASIL 2014/2015/2016”.

Entre os títulos de reconhecimento vale destacar que a CERMISSÕES conquistou o Troféu Campeador da RBS TV, na categoria “COMUNIDADE E LIDERANÇA”, o prêmio reconhece pessoas e empresas que mais contribuíram para o desenvolvimento das regiões onde estão inseridas. Em agosto de 2017 a CERMISSÕES foi certificada pela NBR ISO 9001, Sistema de Gestão da Qualidade.


 






SÓCIOS FUNDADORES

 

Os fundadores da CERMISSÕES conforme ata nº 01 de 18 de fevereiro de 1961:

1 - Zilfredo Herter da Silva

2 - José Aloísio Royer

3 - José Schoffen

4 - Afonso Back

5 - José Valdemar Steim

6 - José Stoffels Sobrinho

7 - Arnoldo Sauzen

8 - Wunibaldo Seffrim

9 - Willibaldo Otilio Welter

10 - Leopoldo Alfredo Birck

11 - Jacob Emilio Lunkes

12 - José Otmar Thomas

13 - Arthur Reinaldo Kliemann

14 - Antônio José Royer

15 - Nelmo Back

16 - Ivo Herter da Silva

17 - Wendelino Schoffen

18 - Aloísio Silvério Schoffen

19 - Edmundo Fredolino Ames

20 - Adão Dani

21 - José Arno Tem Catem

22 - Afonso Inácio Lunkes

23 - Noé Pinheiro de Menezes

24 - Viru Kliemann

25 - Hugo Antônio Lunkes

26 - Horácio Pinheiro de Menezes

27 - João Francisco Seffrim

28 - Francisco Gonçalves dos Santos

29 - Olívio Marques da Silva

30 - Adiles dos Santos

31 - Edgar Nicolau Kreuz

32 - Albino Felipe Welter

33 - Geraldino José da Silva

34 - Evar José da Silva

35 - José Hilario Ferst

36 - Ermandina Maria da Silva

37 - José Schneider

38 - Aloysio Weng

39 - Francisco R. Dorneles

40 - Lauro da Silva Estivalete

41 - José Germano Lunkes

42 - Reinaldo Arlindo Birck

43 - Osvino Willers

44 - Egidio Dewes

45 - Henrique Cardinal

46 - Petronilho Pereira Pires

47 - Artur Birck

48 - Aloísio Erno Birck

49 - Albino Zorzo

50 - Erico Norberto Welter

  1. - Lino Antônio Shoffen

 

PRESIDENTES DA CERMISSÕES

1º Presidente – Zilfredo Herter da Silva – 1961

2º Presidente – Antônio José Royer - 1962 a 1965

3º Presidente – Zilfredo Herter da Silva – 1965 a 1966

4º Presidente – Doné de Oliveira Peixoto – 1966 a 1979

5º Presidente – Lauro da Silva Estivalete – 1979 a 1982

6º Presidente – Doné de Oliveira Peixoto – 1982 a 1986

Em 1986 aconteceu a intervenção federal, a qual destituiu do cargo a diretoria. Em 30 de janeiro de 1987, Assembleia Geral convocada pelo Interventor, elegeu a primeira Administração após Intervenção.

         7º Presidente – Diamantino Marques dos Santos – 1987 a 2018.

CERMISSÕES “A LUZ DAS MISSÕES” - FUNDADA EM 18 DE FEVEREIRO DE 1961 – 58 ANOS


GERANDO E DISTRIBUINDO ENERGIA, DESENVOLVIMENTO E QUALIDADE DE VIDA PARA O

POVO MISSIONEIRO PROSPERAR.


 

















Telefones Úteis

Atendimento Cermissões:
0800 541 1122

Atendimento Comercial:
(55) 3355 - 3000


ANEEL: 167

AGERGS:
0800 727 0167
Av. Santa Lúcia,1176
Centro, Caibaté - RS
CEP 97930-000


Localização




Mapa
Notícias
Documentos
Institucional
Comercial
Contato
Intranet
 
Normas Técnicas
Atendimento 24 horas
Central de Notícias
Perguntas Frequentes
Administração e Conselheiros