COMUNIDADE DE SANTO ANTÔNIO DAS MISSÕES PEDE PROVIDÊNCIAS A CERMISSÕES

Data: 30/11/-0001

            Na manhã da quinta-feira (06/02) o Coordenador Técnico Jorge Souza e Coordenador de Comunicação Valdir Velozo, representaram à administração da CERMISSÕES em entrevistas nas Rádios e Jornal, esclarecendo sobre os motivos das faltas de energia registrados naquela região, informações que também foram repassadas a administração municipal de Santo Antônio das Missões.

            Após as entrevistas na imprensa os representantes da CERMISSÕES juntamente com o Conselheiro Fiscal da Cooperativa e também Vereador José Zanir Berro, foram recebidos pela Vice-Prefeita Izalda Boccácio que juntamente com o Secretário da Fazenda Gederson L. Ortiz Ribeiro e os Assessores Jurídicos Marcelo Chagas e Glacira Amarante, levantaram o questionamento que vêm recebendo da população. A Vice-Prefeita falou sobre a insatisfação que as constantes faltas de energia têm gerado junto à comunidade e que nos últimos dias devido aos desligamentos de localidades inteiras para evitar o apagão geral tem aumentado as reclamações e as solicitações para que o poder público interfira junto à administração da CERMISSÕES buscando urgente solução.

            Os Assessores Jurídicos sugerem que a CERMISSÕES busque junto ao Poder Judiciário uma liminar que exija a imediata construção dos três quilômetros de redes da RGE dentro da cidade de São Luiz Gonzaga, que têm sido o motivo dos inúmeros defeitos e limitação de carga para os Associados da Cooperativa dos municípios de Santo Antônio das Missões, Bossoroca e São Luiz Gonzaga.

            Os representantes da CERMISSÕES informaram que a obra já foi iniciada pela empresa Monpar terceirizada da RGE, porém está muito lenta a execução, inclusive com a retirada das equipes desta obra que pelo tempo que vem sendo solicitada deveria ter se tornado para a RGE prioridade nº 1.

            A Área Técnica da CERMISSÕES já tentou de várias maneiras agilizar a construção do alimentador, inclusive se propondo a entrar com o material e mão de obra para adiantar o serviço, mas a RGE não autorizou. A tentativa de aumentar o número de equipes e homens na obra com os custos sendo pagos pela CERMISSÕES, visando encurtar o prazo de conclusão, também não foi aceito pela área de engenharia da RGE.

            A situação está se tornando insustentável, pois as altas temperaturas têm causado aumento no consumo, fazendo com que a Central de Operação da CERMISSÕES realize manobras em seus alimentadores deixando localidades sem energia por algumas horas, como medida emergencial para evitar que os cabos da rede da RGE venham a se romper, deixando mais de 8 mil Unidades Consumidoras sem energia por várias horas como os já registrados em momentos anteriores.

            Os Técnicos da CERMISSÕES estão em permanente contato com a AGERGS, porém os prazos estipulados pela Agência Reguladora para a conclusão da obra é para final do mês de março de 2014, sendo que os mesmos afirmam que não há como exigir que a obra seja antecipada, mesmo diante da amplitude dos prejuízos que tão pequena obra represente para a região.

               






Endereço

Cooperativa de Distribuição e Geração de Energia das Missões
Matriz - Av. Santa Lúcia 1176
Bairro Centro - Caibaté - RS
CEP: 97930-000

Contatos

Comercial:
(55) 3355 - 3000
Atendimento:
0800 - 541 1122

Copyright © 2020 CERMISSÕES - Todos os direitos reservados