Cermissões - Ultimas Notícias

ESTUDOS SOBRE USINAS HIDRELÉTRICAS DE GARABI E PANAMBI DEVEM FICAR PRONTOS ATÉ JUNHO DE 2014

CERMISSÕES

             O Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social do Rio Grande do Sul promoveu juntamente com a Câmara de Vereadores e Administração Municipal de Santo Antônio das Missões, na última quarta-feira (23), Audiência Pública, para discutir o estágio atual do plano de geração de energia da Eletrobrás até 2020.
            O diretor da área de geração da Eletrobrás, Anibal Rodrigues, detalhou o cronograma do complexo das usinas hidrelétricas no Noroeste gaúcho, batizadas de Garabi e Panambi.
            O dirigente informou que a empresa trabalha na obtenção de informações de campo e medições técnicas para a elaboração do Estudo de Impacto Ambiental e do Relatório de Impacto Ambiental (EIA-RIMA).
            Segundo Anibal Rodrigues, o trabalho deve ser finalizado até junho de 2014. "Vencida esta etapa, partiríamos para licitação das obras de construção das barragens, o que só deve ocorrer em 2015 numa perspectiva mais realista", ressaltou Anibal.
            Juntas, as hidrelétricas de Garabi e Panambi terão capacidade instalada de 2.200 MW e podem desalojar mais de 9.200 pessoas na área rural e 3.400 pessoas que residem em área urbana, alagando uma área aproximada de 73 mil hectares ao longo do rio Uruguai.
            A obra faz parte de um acordo entre a Eletrobrás e a empresa argentina Emprendimientos Energéticos Binacionales S.A. (Ebisa). As usinas irão atingir diretamente 19 municípios e indiretamente mais 14 municípios, sendo que do lado brasileiro, o empreendimento alagará os municípios de Garruchos, Porto Xavier e Porto Mauá.
            O diretor da área de geração da Eletrobrás garantiu que a companhia dará todas as garantias de compensação sócio-ambientais. "Essa discussão será feita de forma pública e transparente", para isso o Governo do Estado do Rio Grande do Sul criou um Conselhão formado por 17 Secretarias, Eletrobrás, Eletrosul, CEEE, representantes da sociedade organizada dos municípios atingidos, visando acompanhar todo o processo e negociações junto às comunidades atingidas.

            O Governo do Estado através das Audiências Públicas propõe em conjunto com as comunidades atingidas a construção de um plano de desenvolvimento com aplicação de parte dos recursos gerados pelas usinas.

           O principal objetivo é evitar que a região fique isolada e para isso é necessário desenvolver ações estratégicas para que a região cresça a partir dos resultados dos empreendimentos, as usinas deverão funcionar como vetores de desenvolvimento para a região.

            Segundo o Técnico Anibal Rodrigues da Eletrobrás a construção do completo Garabi/Panambi não pode repetir os erros cometidos em outros empreendimentos, como em Belo Monte (PA). "Temos que evitar a judicialização desse processo através de um debate de alto nível, que traga critérios claros de compensações, indenizações e reassentamentos. Eletrobrás garante preservação total de Salto do Yucumã, que é um patrimônio da região", e medidas compensatórias para comunidades atingidas deverão ficar claras antes do inicio das obras afirmou o Técnico.

            Para ele, a energia hidrelétrica é a matriz energética mais competitiva para o Rio Grande do Sul. "O custo de geração é dez vezes menor do que as térmicas" disse o representante da Eletrobrás.

            O que ficou claro é que as usinas serão construídas e que entre o inicio do projeto e colocação em operação da 1ª turbina varia de 8 a 10 anos, sendo que em 2020 é possível que já tenhamos pelo menos as barragens construídas.

            A Audiência Pública contou com a presença do Secretário Executivo do Governo do Estado Rene Ribeiro, do Técnico da Área de G ração da Eletrobrás Anibal Rodrigues, prefeito de Santo Antônio das Missões Puranci Barcelos dos Santos, vice-prefeita Isauda Bocássio, presidente da Câmara de Vereadores Rômulo Barros, vereadores, secretários municipais, imprensa falada e escrita, lideranças de Santo Antônio e Bossoroca.

            A CERMISSÕES esteve representada pelo Conselheiro Fiscal José Zanir Berro, Coordenador do Setor Técnico Jorge Souza e pelo Coordenador de Comunicação Valdir Velozo.

             

 

 

 

Untitled Document


EDITAL

    Edital 05 2017











Telefones

0800 541 1122
55 3355 3000
Av. Santa Lúcia,1176
Centro, Caibaté - RS
CEP 97930-000


Localização




Mapa
Notícias
Documentos
Institucional
Comercial
Contato
Intranet
 
Normas Técnicas
Atendimento 24 horas
Central de Notícias
Interrupção Programada
Perguntas Frequentes
Administração e Conselheiros