Cermissões - Ultimas Notícias

LIDERANÇA E GESTÃO

CERMISSÕES

O Palestrante formado em Medicina porém atua como Professor, Eugenio Mussak, discorreu sobre Liderança e Gestão em Tempos de Crise, começou afirmando que: “em tempos difíceis exige que cada novo dia, não basta ser igual ao que fomos ontem, precisamos ser mais que simplesmente homem, mais que apenas uma mulher, precisamos nos transformar na própria esperança, não a esperança que vem do verbo esperar, aquela do sentido de sentar e esperar. É necessário que sejamos proativos, que encontremos a coragem que faz superar os nossos medos, para vencer os nossos inimigos interiores. A Sabedoria Chinesa nos alerta através de seu ideograma que trata da CRISE, sendo a primeira parte que atentemos para o perigo e a segunda parte para as oportunidades. O Palestrante afirmou que é preciso aproveitar a oportunidade da crise para mudarmos como pessoa, fazendo uma revisão de nós mesmos. Citou como exemplo a “CRISÁLIA” que é o nome dado ao casulo da borboleta, palavra que vem de crise, promovendo grande transformações (lagarta que vira uma bela borboleta). Disse que tudo na vida e na crise não é diferente somos regidos por um comportamento senoidal, isso quer dizer que em tudo tem altos e baixos, quando estamos no pico, estamos crescendo, quando na contração, decrescemos, isso nos faz entender que quando estamos em baixa, estamos em crise, mas não quer dizer que chegamos no fim, a crise causa desconforto, e nós seres humanos gostamos do conforto. É natural que nós só nos mexemos quando está desconfortável e esse movimento trás inovações e reconverte prejuízos acumulados em tempos de prosperidade. Precisamos criar a crise artificial, isso quer dizer que precisamos antecipar o estado de crise, criando estratégias para começar a crescer a partir do momento que acharmos que estamos em crise. Lideres criam estado de crise, não podemos olhar só para os números, precisamos olhar para outros indicadores; ás vezes podemos estar com boa performance, mas poderemos estar com problemas de saúde. Assim também são as empresas, por isso, em tempos de crise não podemos ser arrogantes, gananciosos, negativos, desesperançozos e irrelevantes. O Professor Eugenio Mussak encerrou sua fala dizendo: “que na Gestão da Crise é necessário postura, gestão, estratégia e incrementar a inovação, renovar, abrir espaço para o novo, só assim sairemos fortalecidos de mais esse momento de desafios e novas oportunidades. Enquanto a maioria lamenta e chora os efeitos da crise, alguém ganha dinheiro vendendo lenços”.

 

 

Untitled Document


EDITAL

    Edital 05 2017











Telefones

0800 541 1122
55 3355 3000
Av. Santa Lúcia,1176
Centro, Caibaté - RS
CEP 97930-000


Localização




Mapa
Notícias
Documentos
Institucional
Comercial
Contato
Intranet
 
Normas Técnicas
Atendimento 24 horas
Central de Notícias
Interrupção Programada
Perguntas Frequentes
Administração e Conselheiros