Cermissões - Ultimas Notícias

COOPERATIVISMO GAÚCHO

CERMISSÕES

O Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado do Rio Grande do Sul (Ocergs) promoveu na quarta-feira (29/06), na sede da Federasul, o lançamento da revista Expressão do Cooperativismo Gaúcho 2015, onde divulgou os números oficiais do Cooperativismo no Rio Grande do Sul. A solenidade ocorreu durante o evento Tá na Mesa, da Federasul, oportunidade em que a entidade homenageou a Ocergs por seus 45 anos. "Os números oficiais e as informações apresentadas na quinta edição da revista Expressão do Cooperativismo Gaúcho 2015 demonstram o desempenho positivo dos ramos com indicadores econômicos e sociais. Esse cenário favorável só respalda o trabalho e o papel fundamental e insubstituível realizado pelas cooperativas, que geram desenvolvimento econômico e social para o Estado e beneficiam milhares de gaúchos", destacou o presidente do Sistema Ocergs-Sescoop/RS, Vergilio Perius. O cooperativismo gaúcho vive um momento muito bom. Em 2015, as cooperativas do Rio Grande do Sul apresentaram crescimento de 15,75% em relação ao ano anterior e registraram um faturamento de R$ 36,1 bilhões. O desenvolvimento do cooperativismo gaúcho se reflete no aumento dos seus ingressos, que nos últimos seis anos registrou uma expansão de 94,6%. Neste contexto de crescimento das cooperativas, destacam-se as atividades relacionadas aos ramos: Agropecuário com 11,6%; o Crédito com 33,8%; a Saúde com 18%; a Infraestrutura com 8,2% e o Transporte com 35,5%. O setor de agronegócio cooperativista registrou um faturamento de R$ 22,1 bilhões em 2015, representando um aumento de 11,6% em relação ao ano anterior. O ramo Crédito registrou um faturamento de R$ 6,8 bilhões em 2015, valor que representa um crescimento de 33,8% em relação a 2014. As cooperativas de Crédito são responsáveis pela geração de R$ 805,5 milhões nas sobras antes das destinações, valor que indica uma expansão de 21,8% em relação a 2014, o que representa 61,2% do total. O indicador reforça a eficiência econômica das cooperativas gaúchas, que registraram em 2015 um crescimento de 33% nas sobras apuradas, atingindo o valor de R$ 1,3 bilhão. Quanto ao patrimônio líquido, formado pelas quotas partes dos associados, resultados do exercício, fundos e reservas legais e estatutárias, o sistema cooperativista gaúcho alcançou R$ 10,7 bilhões, o que representa um aumento de 12,95% entre 2014 e 2015. Em relação aos ativos, o cooperativismo gaúcho registrou um acréscimo de 15,25% entre 2014 e 2015. Nos últimos cinco anos houve um crescimento de 103,9% no total desses ativos, que em 2015 atingiu o valor de R$ 54,5 bilhões. Na geração de tributos, as cooperativas alcançaram R$ 1,8 bilhão, o que representa um crescimento de 6,1% em relação a 2014. Na contramão de um cenário de austeridade e recessão econômica, o sistema cooperativista gaúcho continua atuando como um agente propulsor de desenvolvimento socioeconômico do Estado. O presidente do Sistema Ocergs-Sescoop/RS, Vergilio Perius ressaltou que o cooperativismo gaúcho investirá neste ano R$ 1,7 bilhão em setores fundamentais da economia, contemplando investimentos em agroindústrias, tecnologia da informação, assistência técnica, comunicação, melhoria nos processos operacionais, capacitação (formação, orientação e inclusão) e ampliação da capacidade física de armazéns, silos, pequenas centrais hidrelétricas (PCHs), habitações, transporte e novos hospitais. Ramos Saúde, Infraestrutura e Transporte geram R$ 6,71 bilhões em volume de negócios Os ramos Saúde, Infraestrutura e Transporte também apresentaram destaque em 2015, com um faturamento de R$ 6,71 bilhões. O valor representa 18,5% do faturamento total das cooperativas gaúchas. Juntos, os três setores geram 13 mil empregos diretos e contam com 515,4 mil associados. Cooperativismo no Rio Grande do Sul As cooperativas do Rio Grande do Sul apresentaram crescimento em seu quadro de pessoal e, em 2015, atingiram a marca de 58,8 mil empregos diretos, colocando o Estado na terceira colocação no ranking nacional. Com 434 cooperativas ativas, o Estado é o segundo com o maior número de associados no Brasil, com 2,7 milhões de pessoas, o que representa 20,5% do quadro de associados do País, que conta com 13 milhões de sócios. O Rio Grande do Sul é o segundo Estado com maior índice de adesão da população ao cooperativismo, com 23,5%. Os ramos Agropecuário, Crédito e Saúde concentram 65% das cooperativas no RS. CERMISSÕES A CERMISSÕES comemora o Dia Internacional do Cooperativismo com 28.658 Famílias Associadas, beneficiando 143.290 pessoas com energia e serviços, promovendo Ações de Responsabilidade Social, promovendo o desenvolvimento através da geração de emprego e renda nas propriedades e a melhor qualidade de vida a seus Cooperados.

 

 

Untitled Document


EDITAL

    Edital 05 2017











Telefones

0800 541 1122
55 3355 3000
Av. Santa Lúcia,1176
Centro, Caibaté - RS
CEP 97930-000


Localização




Mapa
Notícias
Documentos
Institucional
Comercial
Contato
Intranet
 
Normas Técnicas
Atendimento 24 horas
Central de Notícias
Interrupção Programada
Perguntas Frequentes
Administração e Conselheiros